Molho de Tucupi Preto Manioca 150 ml - Viva Regenera - labra

FRETE GRÁTIS* REGENERATIVO

3X SEM JUROS NO CARTÃO

Molho de Tucupi Preto

COD.
MC0013
O Molho de Tucupi Preto substitui o shoyu e o molho inglês utilizando até 5x menos sódio e de forma 100% natural, além de apresentar de uma maneira muito simples um dos maiores tesouros gastronômicos da Amazônia.

Por: R$ 27,90

Preço a vista: R$ 27,90

Comprar

Sobre o Tucupi


O Tucupi é um caldo é muito tradicional na culinária paraense e na região norte do Brasil. Após fervido e temperado com ervas amazônicas, assume acidez e sabor umami inconfundível.


O tucupi tradicional, de fato, não é preto. É um caldo amarelo muito presente na culinária do Pará e da Amazônia, que é extraído da mandioca brava amarela.


O caldo após alguns processos que incluem decantar, ferver e temperar, vira o popular Tucupi Amarelo, que você encontra aqui.


Já com o Tucupi Preto, o processo é diferente: apesar de partir do mesmo caldo amarelo extraído da mandioca brava, a receita é outra, nem chega a ser temperado. Logo após de extraído, retira-se a goma e o caldo puro vai direto pra panela, onde começa um intenso processo de redução do seu volume. Fica por dias no fogão à lenha (que dá um um toque especial de sabor defumado) sempre em temperatura controlada, para não queimar.


Após dias na panela, o volume do caldo reduz drasticamente; de amarelo vai ficando marrom, escurecendo e concentrando até ficar com a consistência mais densa que um melaço e uma cor muito escura. Não tem corante, nem outra coisa qualquer: é tudo 100% natural. Afinal, quem criou tudo isso foram os indígenas na Amazônia, que usavam o Tucupi Preto como um importante conservante de carnes de caça e peixes, passando a receita de geração em geração. Os europeus tinham o sal para salgar a carne; e nós, o Tucupi Preto.


É fonte de carotenoides, que ajudam na prevenção do câncer de pele, e também fonte de antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce. Fortalece a imunidade e é fonte de vitamina A, beneficiando a visão e ossos.


Sugestão de uso:


Pode ser consumido em saladas, carnes e até em drinks e sobremesas. Ideal para marinar carnes, fazer molhos, temperar caldos e até substituir o shoyu.



SKU

DESCRIÇÃO

Sobre o Tucupi


O Tucupi é um caldo é muito tradicional na culinária paraense e na região norte do Brasil. Após fervido e temperado com ervas amazônicas, assume acidez e sabor umami inconfundível.


O tucupi tradicional, de fato, não é preto. É um caldo amarelo muito presente na culinária do Pará e da Amazônia, que é extraído da mandioca brava amarela.


O caldo após alguns processos que incluem decantar, ferver e temperar, vira o popular Tucupi Amarelo, que você encontra aqui.


Já com o Tucupi Preto, o processo é diferente: apesar de partir do mesmo caldo amarelo extraído da mandioca brava, a receita é outra, nem chega a ser temperado. Logo após de extraído, retira-se a goma e o caldo puro vai direto pra panela, onde começa um intenso processo de redução do seu volume. Fica por dias no fogão à lenha (que dá um um toque especial de sabor defumado) sempre em temperatura controlada, para não queimar.


Após dias na panela, o volume do caldo reduz drasticamente; de amarelo vai ficando marrom, escurecendo e concentrando até ficar com a consistência mais densa que um melaço e uma cor muito escura. Não tem corante, nem outra coisa qualquer: é tudo 100% natural. Afinal, quem criou tudo isso foram os indígenas na Amazônia, que usavam o Tucupi Preto como um importante conservante de carnes de caça e peixes, passando a receita de geração em geração. Os europeus tinham o sal para salgar a carne; e nós, o Tucupi Preto.


É fonte de carotenoides, que ajudam na prevenção do câncer de pele, e também fonte de antioxidantes, que previnem o envelhecimento precoce. Fortalece a imunidade e é fonte de vitamina A, beneficiando a visão e ossos.


Sugestão de uso:


Pode ser consumido em saladas, carnes e até em drinks e sobremesas. Ideal para marinar carnes, fazer molhos, temperar caldos e até substituir o shoyu.



INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS
Informação Nutricional

Porções por embalagem: 12









































Quantidade por porção: 12 ml (1 colher de sopa)   %VD*
Valor energético 26 kcal = 109 kJ 1%
Carboidratos 4 g 1%
Proteínas 2 g 3%
Gorduras Totais 0,2 mg 0,4 %
Sódio 154 mg 8%


Não contém quantidades significativas de gorduras saturadas, gorduras trans, fibra alimentar e sódio.

(*) Valores diários de referência com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores, dependendo de suas necessidades energéticas. 



 


Ingredientes:

Água, caldo de mandioca e sal.




NÃO CONTÉM GLÚTEN. NÃO CONTÉM LEITE. SEM CORANTES. SEM CONSERVANTES ARTIFICIAIS.



    SOBRE A MARCA

    Sobre a Manioca

    O papel da Manioca é não só comercializar produtos como a Farinha de Bragança, mas também apoiar o produtor (através do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores). Assim, eles acreditam que é possível encurtar distâncias, seja entre produtor e consumidor, como entre o Brasileiro e a sua cultura. Chefs como Bel Coelho e Alex Atala são alguns dos premiados cozinheiros brasileiros que também olham para os produtos de origem como uma forma de expressar a nossa cultura através do paladar e é nisso que a Manioca acredita.


    Veja mais produtos da Manioca, clicando aqui.





    Volume150 ml
    Multiplicador2
    DiferenciaisNão Transgênico, Sem Glúten, Comércio Justo
    BADGESLBA01,LBA02,LBA06

    Avaliações do Produto

    Dúvidas dos consumidores